SP: (11) 3230.4757

Patologia da ColunaPatologia da Coluna

Psicologia

TRATAMENTOS DA COLUNA COM MELHORES RESULTADOS ALIANDO ATENDIMENTO PSICOLÓGICO

O INSTITUTO DE PATOLOGIA DA COLUNA – IPC, desde 2009, oferece ATENDIMENTO PSICOLÓGICO para pacientes com problemas na coluna vertebral. Baseado em estudos científicos americanos e europeus, que demonstram resultados pós cirúrgicos piores em pessoas com aspectos psicológicos comprometidos, o IPC desenvolveu um trabalho integrado entre os especialistas em coluna e uma equipe de psicólogos, que avaliam individualmente cada paciente dentro da Clínica e encaminham, caso necessário, para o atendimento terapêutico mais adequado. O departamento surgiu da experiência prática no atendimento, onde os médicos perceberam que alguns pacientes submetidos à cirurgia tinham grande melhora, e outros com algum comprometimento emocional que passavam pelo mesmo procedimento, tinham resultados piores. “O fato de um paciente encontrar-se diante de um procedimento cirúrgico, seja ele qual for, mobiliza tanto nele quanto em sua família diversos sentimentos e angustias, que quando identificadas antes da cirurgia, podem ser trabalhadas, fazendo com que o paciente sinta-se menos ansioso, mais consciente, e melhor preparado para lidar com a situação.” – explica a psicóloga Vivian Amaral, responsável pelo Departamento de Psicologia do IPC.

O insucesso da cirurgia da coluna é um problema que alcança tamanha magnitude que hoje existem congressos só para discutir esse tema. Revisões da literatura revelam incidências de fracassos que variam entre 5 a 50% dos casos. O livro The Psychology of Spine Surgery é baseado na experiência do Texas Back Institute (um instituto americano de referência para tratamento de coluna) e serviu de base para o atendimento desenvolvido no IPC. Nos últimos anos muitos estudos vem sendo realizados nessa área. Um deles desenvolvido pelo Departamento de Psicologia da University of Bern, Switzerland – demonstra que a depressão é um preditor significante do resultado geral da cirurgia e retorno ao trabalho, dessa forma quando o paciente tem depressão o resultado fica comprometido. Outro estudo mostra que pacientes que sofrem de dor crônica e são submetidos a cirurgia normalmente são deprimidos e apesar de haver uma relação entre depressão, dor crônica e resultado cirúrgico, as causas não são claras. No IPC o paciente passa por avaliação psicológica pré-operatória e atendimento psicológico durante a internação e pós-cirúrgico, caso ele necessite. “O estado emocional dos pacientes influencia e é influenciado pelos resultados cirúrgicos, portanto merece atenção e preocupação. O paciente que sofre de dores constantes, chega ao IPC muito desgastado com sofrimento físico, social e emocional e nosso papel é mais do que cuidar somente do corpo” – conclui Vivian Amaral.

Fontes:
The Psychology of Spine Surgery.
Andrew Block et. al. 2003
APA – American Psychologycal Association
Preditores do resultado cirúrgico e suas avaliações.
Mannion, A.F. & Elfering, A. 2006

Psicoterapia Breve

O que é Psicoterapia Breve?
É uma das modalidades de tratamento psicológico. Caracteriza-se pela duração limitada, intensidade do processo e pelo foco que é determinado.

Qual o objetivo?
O objetivo principal é auxiliar o paciente a buscar soluções mais adaptativas aos problemas, ou seja, aprender a lidar com suas dificuldades de maneira mais saudável, propiciando uma melhor qualidade de vida.

Como funciona?
Inicialmente será realizada uma avaliação psicológica para identificar as demandas do paciente. Se houver indicação para terapia, o paciente inicia o tratamento da Psicoterapia Breve. Esse processo envolve quatro etapas: coleta de dados, diagnóstico, intervenção e prevenção/manutenção.

Quais são os pacientes indicados para Psicoterapia Breve?
A psicoterapia breve é indicada a todos os indivíduos que estejam com alguma dificuldade que lhes acarrete prejuízos à vida.

Quais são os resultados obtidos com a Psicoterapia Breve?
O paciente aprende a lidar com suas dificuldades de maneira mais saudável, propiciando uma melhor qualidade de vida.

O que deve ser definido como foco na Psicoterapia Breve?
O foco deve ser determinado pelo paciente em conjunto com o terapeuta, de acordo com as principais dificuldades relatadas pelo paciente.

Como a Psicoterapia Breve pode auxiliar na realização da cirurgia?
Quando o paciente apresenta alguma dificuldade importante antes da cirurgia, é necessário que este realize um tratamento psicológico antes do procedimento.

A partir do momento em que o paciente identifica as principais dificuldades e começa a pensar sobre elas e também a melhorar sua qualidade de vida, possivelmente irá se comportar diante da cirurgia de melhor forma, obtendo maiores chances de resultados positivos em seu tratamento.