Patologia da ColunaPatologia da Coluna

IPC na mídia

Inernet

O IPC divulga manual de como se posicionar ao volante e evitar problemas na coluna

A equipe do IPC vem desenvolvendo diversos materiais educacionais e de conscientização sobre os problemas da coluna e suas prevenções.
Veja você também como a postura ao volante pode ajudar a melhorar a sua qualidade de vida, prevenindo dores e aliviando o stress físico:

Sites destacam trabalho do IPC: tratamentos da coluna com melhores resultados aliando atendimento psicológico

Estudos científicos americanos e europeus demonstraram que os resultados pós-cirúrgicos são piores em pessoas com aspectos psicológicos comprometidos. Dessa forma, um trabalho integrado entre os especialistas em coluna e uma equipe de psicólogos é o ideal para o atendimento terapêutico mais adequado. “O fato de um paciente encontrar-se diante de um procedimento cirúrgico, seja ele qual for, mobiliza tanto nele quanto em sua família diversos sentimentos e angustias, que quando identificadas antes da cirurgia, podem ser trabalhadas, fazendo com que o paciente sinta-se menos ansioso, mais consciente, e melhor preparado para lidar com a situação.” – explica Dra. Márcia Azevedo, diretora do Departamento de Psicologia do IPC.

O insucesso da cirurgia da coluna é um problema que alcança tamanha magnitude que hoje existem congressos só para discutir esse tema. Recentemente revisões da literatura revelam incidências de fracassos que variam entre 5 a 50% dos casos. O livro The Psychology of Spine Surgery é baseado na experiência do Texas Back Institute (um instituto americano de referência para tratamento de coluna) e serve de base para o atendimento desenvolvido no IPC. Nos últimos anos muitos estudos vêm sendo realizados nessa área. Um deles desenvolvido pelo Departamento de Psicologia da University of Bern, Switzerland – demonstra que a depressão é um preditor significante do resultado geral da cirurgia e retorno ao trabalho, dessa forma quando o paciente tem depressão o resultado fica comprometido. Outro estudo mostra que pacientes que sofrem de dor crônica e são submetidos à cirurgia normalmente são deprimidos e apesar de haver uma relação entre depressão, dor crônica e resultado cirúrgico, as causas não são claras. “O estado emocional dos pacientes influencia e é influenciado pelos resultados cirúrgicos, portanto merece atenção e preocupação. O paciente que sofre de dores constantes, chega muito desgastado com sofrimento físico, social e emocional. Nosso papel é mais do que cuidar do corpo, é dar a ele a possibilidade de cuidar do seu emocional e voltar às suas atividades físicas e sociais, com qualidade de vida e da maneira mais rápida possível” – conclui Dra. Vivian Amaral, integrante da Equipe do Departamento de Psicologia do IPC.

Fontes:
The Psychology of Spine Surgery.
Andrew Block et. al. 2003
APA – American Psychologycal Association
Preditores do resultado cirúrgico e suas avaliações.
Mannion, A.F. & Elfering, A. 2006

Orientações posturais do IPC estão em destaque na mídia

O trabalho que foi desenvolvido pelo Departamento Científico do IPC sobre orientação postural ganha destaque no site do Instituto e na mídia. Recentemente, este guia foi publicado pela CORPO E MENTE, revista eletrônica bem conceituada com foco em saúde e em qualidade de vida, no site da apresentadora ANA MARIA BRAGA, que traz dicas sobre saúde e também no site PLENA MULHER que tem foco nas mulheres acima de 40 anos de idade e traz orientações completas para manter-se de bem com a vida.

Este guia ilustrativo tem como objetivo orientar o interessado como se portar em situações do dia-a-dia, sem que haja possibilidade de danos à saúde da coluna. Muitos dos exemplos citados são rotineiramente encontrados dentro de uma casa ou em um escritório, e através das dicas contidas no material produzido, esperamos ajudar a minimizar a ocorrência de dores na coluna, tanto lombar quanto cervical. O especialista Dr. Luiz Pimenta acredita que pequenas mudanças podem fazer diferença na prevenção de dores nas costas.

Ana Maria Braga entrevista Dr. Luiz Pimenta

No programa Mais Você (http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL1249933-10344,00-POSTURA.html) do dia 31 de julho de 2009, a apresentadora Ana Maria Braga entrevistou o neurocirurgião especialista em coluna e diretor técnico do IPC, Dr. Luiz Pimenta.

No programa, o Dr. Pimenta deu dicas e comentou sobre a relação entre a má postura e as dores na coluna.

Faça como a Ana Maria Braga e aprenda um pouco mais sobre como evitar dores nas costas assistindo à entrevista abaixo.

Jornais e Revistas

O IPC divulga manual de como se posicionar ao volante e evitar problemas na coluna

A equipe do IPC vem desenvolvendo diversos materiais educacionais e de conscientização sobre os problemas da coluna e suas prevenções.
Veja você também como a postura ao volante pode ajudar a melhorar a sua qualidade de vida, prevenindo dores e aliviando o stress físico:

Abordagem psicológica do IPC é destaque na Folha de São Paulo

Como foi enfatizado em matéria publicada na Folha de São Paulo no final de Agosto de 2009, o IPC é uma forte referência no tratamento de coluna no Brasil e agora agregou a seus serviços a abordagem psicológica. Todos os pacientes que serão submetidos à cirurgia passarão por atendimento psicológico pré-operatório, com a finalidade de auxiliar o paciente a encontrar maiores recursos de enfrentamento para essa situação. Este serviço ajuda muito no esclarecimento do paciente quanto ao diagnóstico e tratamento, além de trabalhar suas expectativas e anseios quanto à cirurgia, ajudando-o na reconquista de sua liberdade.

TV

ENTREVISTA: ASSISTÊNCIA PSICOLÓGICA GARANTE MELHORES RESULTADOS NO TRATAMENTO DA COLUNA

No dia 16 de julho o biomédico Leonardo Oliveira, integrante do Departamento Científico do IPC, participou do programa de televisão VIVER É MELHOR no canal BOA VONTADE. Ele discutiu assuntos pertinentes à saúde da coluna e os seus diversos tratamentos. Salientando que as dores na coluna são muitas vezes acompanhadas por quadros psicológicos pertinentes, apresentou a inovadora abordagem que o IPC oferece aos seus pacientes, em que além de serem avaliados por médicos, também recebem atendimento psicológico visando obter diagnósticos e tratamentos mais completos, por considerar não só a condição física do paciente mas também a sua condição psicológica.